Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Base Aérea de Santos

Aqui vivi um dos melhores tempos de minha vida como soldado da aéronautica. S2 QIG 772603 021 Dário Ferreira Cia Infantaria e Guerra. Foi um divisor de águas em minha vida. Valeu demais

Bonde

Gente.... eu andei de bonde quando criança... Agora os bondes são apenas atrativos para turistas,(não sou tão velho) mas na decada de 50, 60 e 70 eram o meio de transporte mais usado, e não agredia o meio ambiente . Infelizmente foram tirados de circulação em prol do progresso . progresso???

Guarujá... Recordações

Barriga? que barriga?

Balsa

Essas minhas filhas são meu tesouro ...

Barcas

Esse é um outro sistema hidroviário usado na travessia Vicente de Carvalho, Santos. Essa Barca a Pai Cará esta em funcionamento há mais de 30 anos , hj está obsoleta , mas funciona e tem capacidade para 1.000 pessoas. Ja andei muito nela rsrsrsrs

Catraia

Esse é um meio de transporte usado pelos Itapemenses que precisam ir a Santos . Na minha época a lotação era de 25 passageiros, agora 17, e qualquer um cobrava e como recompensa não pagava a passagem . Eu fiz muito isso... Tinha que ser esperto pra ser o primeiro a entrar . Agora os catraieiros estão maisorganizados e ja possuem um sistema de cobrança

Galeria dos meus amigos

Esse é o senhor Zéca, ao encontrá-lo na rua 7 de setembro em Santos lhe disse o quanto ele significou pra mim nos primeiros passos que dei na vida profisional , com 14 anos sem a figura paterna ele foi um referencial pra mim. Ele me disse que ficou emocionado com esse fato e me deixou registrar esse momento. Amigo é coisa pra se guardar no coração

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Nao me aborreçam

Eu estou chegando na metade da vida de quem quer chegar aos 100 e mais da metade de quem viverá menos de 100... chegar aos 50 anos é uma dádiva de Deus , ainda tem 6 meses para isso ... e sabe de uma coisa? eu não aguento mais ouvir, ver coisinhas, que não produzem mais efeito em minha vida . Eu não tenho mais tempo de perder tempo, perder tempo com questõezinhas, com palavrinhas, com seminariozinhos , e até com cultinhos (se é que existe isso). Gente eu quero ser feliz ... não estou mais correndo atrás de ter razão eu quero aproveitar o que ainda me resta de vida. Agora ,não consigo me imaginar perdendo tempo, com viagenzinhas que não me levarão a nenhum lugar, não consigo mais suportar, gastar minhas energias sem que tenha um retorno (não estou falando em levar vantagens ) estou falando em fazer coisas consistentes que possam me dar prazer , me leve ao riso , até talvez a lágrimas (coisa que não fazia a muito tempo, por esses dias virei um manteiga derretida). Eu passei pela vida e a vida passou bem rápido próximo a mim , eu deixei escapar tanta coisa boa que ela me ofereceu porque fiquei simplesmente a margem do caminho olhando para as florzinhas , entende? as florzinhas do ostracismo , da falta de coragem , do medo de avançar, do medo de tentar ... Eu sei .. eu sei... você talvez esteja dizendo : Pirou ... o homem agora pirou ... não não pirei não ...Eu vivi sob á égide de um regime autoritário, que tudo era proibido, tudo era pecado ... e ai o medo tomou conta , invadiu minha mente , me paralisou, me fez margens , me deu limites . Isso eu falo no geral... entende ? (se não entenderes , entenderás um dia) , Igreja, família, governo e até na rodinha dos amigos rsrsrsrs. Eu rio agora mas como era triste. Agora vocês querem que eu ainda tenha tempo pra coisinhas? que perca tempo , com filosofias baratas, trabalhos que não dão retorno , e uma vida vazia? Pra mim não dá mais , não dá mais ver gente miúda , vazia, preconceituosa, autoritária, oca e sem destino . Chega ... Chega mesmo eu quero viver intensamente cada minuto , cada segundo valorizando essa que é a única a única vida que estou vivendo e que Deus vai me fazer viver . Daqui pra frente tudo é lucro ... Termino parafraseando o apostolo Paulo; POR FAVOR ... NÃO ME ABORREÇAM ... ME DEIXEM VIVER A VIDA QUE DEUS ME DEUS ...PORQUE TRAGO NO CORPO AS MARCAS... Marcas essas que só o apostolo trazia em seu corpo e que refletia em sua alma e Espírito. Eu também , só eu sei as marcas que trago. Por favor me entendam ...e não me aborreçam

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Faça a sua escolha

É MELHOR SER UM CRENTE DE ANTIGAMENTE, OU UM CRENTE MODERNO? Bum... bum.... e o ano de 2007 foi pro espaço e depois da tradicional comilança fui descansar, isso ai, descansar as 03h30 da manhã e levantando as 6h00. Na sala, ainda o restante dos animados da festa que ainda ficaram pra celebrar o novo ano. Mas essa introdução é somente um pretexto para voltar à frente de seus olhos e ter um pouco da sua atenção para mais um comentário reflexivo. Dessa vez, quero falar sobre nós, os crentes que antigamente nada trocávamos por um momento de culto, inclusive nessa época, onde as mulheres preparavam os alimentos e corriam para o templo, e ainda traziam as visitas, os parentes que chegaram de longe para festejarem o novo ano. Como somos hoje? Ainda não abandonamos a prática de exercermos o prazer da degustação, sendo assim a comida está em alta, os parentes também, afinal de contas só os vemos em funerais, casamentos, natal e festas de final de ano (o que considero isso uma aberração de hipocrisia). Os crentes de hoje viajam, ficam com a família, rompem a madrugada comendo e bebendo refrigerantes, (pelo menos é o que penso), alguns vão à praia se vestem de branco e... (deixa pra lá). Mas não estão nem ai pro culto de gratidão e celebração, afinal de contas são donos de seus próprios narizes. Os crentes de antigamente ouviam com atenção a recomendação dos seus pastores que os dirigiam em uma linha reta e clara dos melhores padrões doutrinários, os de hoje não, além do “pastor da igreja que ele congrega”, ele ouve o fulano de tal, admira o jeitão do apostolo “X” , faz a corrente dos 800, 1200, ofertam na igreja tal e pra não ficar mal com o pastor prefere entregar o dízimo na própria igreja por desencargo de consciência. Sem falar nos inúmeros livros que os pastoreiam, alguns deles cheios de heresias, pensamentos humanos, e de uma exegese irresponsável. Os crentes de antigamente, viam o pastor como um anjo, intocável, perfeito e que com a direção de Deus conduzia seus rebanhos aos portões celestiais (claro que a desmistificação levou o pastor a viver e ter o cheiro de suas ovelhas), mas por outro lado o vulgarizou, o fez parte do ambiente muitas vezes pecaminoso e sujo que algumas ovelhas insistem em estar, e o pior, nivelado não em humildade e amor, mas em comportamentos. O crente de antigamente era um fiel dizimista, não era necessário antes do ofertório pregar sobre o assunto, e nem tão pouco “inventar” o melhor meio de fazer com que ele se comova e entregue o que é de Deus para Deus, as viúvas tinham prazer de fazê-lo, bem como os aposentados, os meninos , meninas e jovens. O crente de antigamente quando orava o céu tremia, o crente moderno quando ora (nem todos) o céu desconfia e se vê mais pobre (se é que podemos assim nos expressar) por que a petição ocupa 99,9% das palavras de oração. O crente de antigamente não ousava em dizer que certo culto era chato e por isso não comparecia, o domingo não era o mais concorrido e sim as reuniões de oração e doutrina, o crente de hoje quer show com luzes, muito cântico, fumaça e de quebra aquela mensagem ou testemunho que fale de promessas, quer dizer, que fale mais das responsabilidades de Deus e menos de suas responsabilidades. O crente de antigamente, quando se dava bem desconfiava, quando envolvido a lutas e tribulações, corria para as reuniões de oração no templo de madrugada, jejuava (e não tinha essa de abstinência de líquidos, ou frutas, ou massas), era jejum total mesmo. O crente de hoje quer se dar bem e quando isso não acontece, desanima, resmunga e vai embora, diz que a igreja é fraca, e o pastor não tem chamado. Os céus não só querem os antigos, querem os de hoje também, mas aquele livro preto, o qual eu quando no processo de aprendizagem passei a ler com tanta vontade, e que me deu base para o que sei hoje, não faz acepção de pessoas, mas também não permite que se faça acepção de comportamentos éticos, doutrinários, mas que se ande em novidade de vida, e não se moldando ao comportamento mundano. Ser pastor hoje é um grande desafio, ser pastoreado é uma virtude que nem todos têm. Eu, alerto você meu irmão e minha irmã, ouça o que o seu pastor prega e mais ainda o que o Espírito Santo diz e faz com a igreja. Crente de ontem, crente de hoje ninguém é melhor que o outro, Jesus não mudou nem tão pouco a sua Palavra, portanto, cabe a nós no limiar de 2008, sermos melhores crentes, se comermos ou bebermos (água e refrigerante) façamos tudo para a glória de Deus que não tem preferência pelo fossilizado e nem pelo informatizado. Dario Do fóssil ao moderno

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas