Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

sábado, 31 de maio de 2008

VIVER É DIFICIL

Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho Você deve retirar Numa flor que tem espinhos Você pode se arranhar Se o bem e o mal existem Você pode escolher É preciso saber viver Insistentemente Roberto Carlos cantou: È preciso saber viver, é preciso saber viver! Não sei qual foi a experiência que o levou a cantar assim. Naquela época eu era um adolescente que também cantava essa música no corredor da escola com outros amigos, mas era somente pra diversão, hoje no meu meio século de existência começo a compreender que é realmente preciso saber viver, por que é difícil viver, de fato! É difícil viver relacionando-se com gente, aqui pra nós, eu prefiro bichos - afinal de contas eles são chamados de irracionais, mas amam mais, são mais fiéis mesmo você trocando-os por outros, até sorriem pra você, mesmo quando você os despreza, é difícil viver dentro de parâmetros que a sociedade impõe, vê se me entende. O ser bonito pra essa sociedade significa corpo esguio, olhos azuis e cabelos loiros lisos, ser de honra é quando você tem dinheiro, casa , carros e muita fama, o honesto é o que fala muito, e engana, é difícil saber viver por que não se ama quem se quer - mais quem se deve. É difícil saber viver por que você está sempre fora, é carta fora do baralho quando contraria alguém, ou alguma regra imposta pela sociedade ou pelo Criador, esse que nunca nos despreza. Ah! Eu queria voltar no tempo, (nós sempre desejamos voltar no tempo) e cantar essa música visualizando meu futuro, leia a letra acima e confira: Eu esperei uma vida cheia de ilusão, não deu em nada; O meu mais tarde chegou, já estou sofrendo por não ter levado algumas coisas mais a sério; As pedras do caminho, preferi não retirar, achei que não iriam me impedir, mas construí muros, diques, que me deixaram ilhado, sem saber pra onde ir me perdi; O bem e o mal existem e confesso que em algumas vezes escolhi errado, por que nunca fui de medir, de pensar no futuro, e vivi o presente como se fosse terminar a vida ali. Pra encurtar a conversa eu prefiro ficar com o refrão: É preciso saber viver! (Repetidamente). Mas se alguém aceita conselho, lá vai um: VIVER É MUITO DIFICIL, mas a própria vida nos ensina a vivê-la!

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Completar 50 anos não dói

Confesso, estou vivendo a melhor fase da minha vida ,com tudo o que tenho direito , do bom e do ruim , dos que me entendem e dos que não me entendem , não sei , não posso ter uma precisão de quantos anos mais viverei , só quero viver um dia após o outro, um ano após o outro ,entendendo que daqui pra frente tudo será lucro , ou perda, caso decida errado. Repito que não tenho mais tempo pra coisinhas pequenas , ou ouvir gente que nada tem pra me dizer, ou perder tempo com coisas que não somarão experiencia boas em minha vida. Não terei mais tempo pra cuidar da vida de ninguem , por que preciso cuidar da minha que se manifesta como um vaso necessitado de muitos cuidados . Se puderem , cuidem de mim por favor SE VOCE PUDER VIR COMER O BOI COMIGO FICAREI MUITO FELIZ local - sitio Lirio dos Vales - Estrada Perimetral - Colonia - Barra Mansa dia- 07 de junho

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Viver de Amor

Eu quero me enrolar nos teus cabelos, abraçar teu corpo inteiro, morrer de amor, de amor me perder. Calma... essa é a letra da música “Moça” interpretada por Wando, lembra? Você que não viveu nos anos 70 não vai se lembrar mesmo, mas eu cantei muito essa música e tinha como uma verdade a frase: “MORRER DE AMOR”. Que me perdoe os românticos de plantão e o senhor Wando, não penso mais assim. O que seria morrer de amor? Acompanhe-me se puder... Morrer de amor implicaria em não viver o amor na íntegra, fugir, não vivê-lo intensamente em todos os sentidos. Morrer de amor é ter medo de encarar as nuances, as tempestades que ele provoca - e não estou falando das paixões repentinas que vem e que vão, deixando rastros de tristezas, de ódio e indiferença pra quem se entregou a elas, posso dizer amor? Vamos em frente, morrer de amor pra mim hoje é amar sem ser amado, é amar o inalcançável, é sofrer na alma, no espírito. É amar na presença, na ausência, perto ou longe, é sonhar e acordar sorrindo, mesmo assim, viver a vida, com esperanças...Chega! Você já entendeu, e eu não quero ir pro cemitério; eu quero VIVER DE AMOR, sim viver, eu ou qualquer um que viva de amor vai saber a diferença entre morrer e viver. Viver de amor é se entregar de corpo e alma, mergulhar num oceano cheio de delícias...nesse mergulho não se precisa respirar, deixemos tudo por conta do amor. Viver de amor não nos deixa sufocados, e nem nos leva a sufocar ninguém, viver de amor nos leva as mais altas alturas, e caso, sejamos levados entre espinhos mesmo feridos continuaremos amando. Viver de amor não nos deixa ser propriedade de alguém e não nos deixa fazer alguém propriedade. Viver de amor faz-nos viver livres, sem sermos libertinos. Eu sei, fui incapaz de mostrar a diferença entre viver e morrer de amor. Mas eu estou vivendo , por estar vivo escrevo. Por acreditar que ninguém morre de amor, ninguém sobrevive de amor. Prossigo, acreditando que mesmo em minha tenra idade posso amar e ser amado. Eu quero acreditar que posso viver de um grande amor que nem mesmo o tempo poderá matá-lo... Eu quero me enrolar nos teus cabelos, abraçar teu corpo inteiro, viver de amor e de amor me achar. Perdoe-me Wando, mas mudei sua letra!

terça-feira, 13 de maio de 2008

Mensagens que edificam

O ÚLTIMO FOLHETO!!! Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos. Numa tarde de domingo, quando chegou à hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse: -'Ok, papai, estou pronto. ' E seu pai perguntou: -'Pronto para quê?' -'Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos. ' Seu pai respondeu: -'Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito. ' O menino olhou para o pai surpreso e perguntou: -'Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?' Seu pai respondeu: -'Filho, eu não vou sair nesse frio. ' Triste, o menino perguntou: -'Pai, eu posso ir? Por favor!' Seu pai hesitou por um momento e depois disse: -'Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho. ' -'Obrigado, pai!' Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via. Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta. Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente: -'O que eu posso fazer por você, meu filho?' Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse: -'Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR. ' Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora. Ela o chamou e disse: -'Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!' Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou: - 'Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?' Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé. Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto. - 'Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver. Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei: -'Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora. ' Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei: -'Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar. ' Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta, enquanto a campainha soava cada vez mais alta. Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim: -'Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO. ' Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos. Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto. Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês vêem - eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!! Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno. ' Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício, o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente. Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho... Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome. Bem aventurados são os olhos que vêem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante. Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você. Não tenha medo ou vergonha de compartilhar esta mensagem maravilhosa. autoria desconhecida

domingo, 11 de maio de 2008

Verdades que alguem escreveu

Navegando pelas paginas de relacionamentos do orkut encontrei essas palavras escritas por uma amiga que muito me chamaram a atenção , são verdades que podem doer , mas que nos levam a viver de forma sincera e sem medos . Leia ... vai ser bom pra voce tambem Aprendi com a vida que não importa o quanto eu me importe,algumas pessoas simplesmente não se importam, que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir voce de vez em quando e voce precisará perdoá-la por isso,que falar pode aliviar dores emocionais,que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo com longas distâncias e bons amigos, que voce pode fazer muitas coisas em um instante, das quais se arrependerá pela vida inteira ,que o que importa não é o que voce tem na vida,mas quem vc tem na vida,que não temos que mudar de amigos, se compreendemos que os amigos mudam,que as pessoas com quem voce mais se importa na vida são tomadas de voce muito depressa,que devemos deixar sempre as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vemos que as circunstãncias e o ambiente tem influencia sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos,que não devemos nos comparar com os outros, mas com o melhor que podemos fazer,que não importa até onde cheguei,mas para onde estou indo,que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguem, pois algumas vezes voce tem que aprender a perdoar a si mesmo,que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que voce o conserte. Achei essas palavras de um alto grau de verdade e sabedoria, infelizmente muitos de nós preferimos não ouvi-las e ai passamos a sobreviver , dentro de uma falsa identidade. é pra pensar

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas