Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

sábado, 28 de março de 2009

A TRAIÇAO DE ABSALÃO

Em II Sm. 15:1-6 lemos: “E aconteceu depois disto que Absalão fez aparelhar carros e cavalos e cinquenta homens que corressem adiante dele. Também Absalão se levantou pela manhã e parava a uma banda do caminho da porta. E suscedia que a todo o homem que tinha alguma demanda para vir ao rei em juízo, o chamava Absalão a si, e lhe dizia: De que cidade és tu? E dizendo ele: Duma das tribos de Israel é teu servo. Então Absalão lhe dizia: Olha os teus negócios são bons e retos, porém não tem quem te ouça da parte do rei. Dizia mais Absalão: Ah, quem me dera ser juiz na terra! para que viesse a mim todo o homem que tivesse demanda ou questão, para que lhe fizesse justiça. Sucedia também que quando alguém se chegava a ele para se inclinar diante diante dele, ele estendia a sua mão e pegava dele e o beijava. E desta maneira fazia Absalão a todo o Israel que vinha ao rei para juízo; assim furtava Absalão o coração dos homens de Israel.” Absalão agiu assim porque guardava uma grande ofensa e uma grande mágoa de seu pai. E ele agiu assim não somente por alguns dias, mas por muitos anos. O problema foi que Absalão matou a seu meio-irmão Amnon que havia cometido um incesto com sua própria irmã. Depois deste assassinato foi obrigado a viver longe de Jerusalém por muitos anos e só depois deste longo exílio, seu pai, o rei Davi, permitiu que ele retornasse a Jerusalém com a condição que não visse o seu rosto. Absalão porém implorou ao seu pai que o recebesse. Ao vê-lo novamente Davi o beijou, mas a reconciliação de ambos não foi completa. Quando intentamos a reconciliação com um irmão ou irmã, deve ser completa. Não pode ficar nada escondido nem reservas que não sejam tratadas. Não podemos fingir de reconciliação, mas tratar tudo à luz do Senhor. Se uma reconciliação não é completa nos padrões que Jesus estabeleceu para nós, mais cedo ou mais tarde uma raiz de amargura irá brotar e irá contaminar a muitos e até toda a igreja. Pessoas que se ofenderam mutuamente um ao outro com profundidade devem reconciliar-se com profundidade. Não será dando um tapinha no ombro do outro e ignorando os fatos acontecidos ou fingindo que tudo o que aconteceu deve ser esquecido, que se resolverá o assunto diante de Deus. O próprio Senhor chama-nos para nos arrazoarmos com Ele. Com um coração cheio de amor e perdão podemos tratar do passado e estabelecer uma verdadeira reconciliação. Sem revolver o assunto com seu pai e primordialmene em seu coração, Absalão começou a ficar então à porta do palácio para saudar todos os israelitas que vinham resolver suas demandas com o rei. Com engano e bajulação pouco a pouco foi desmerecendo e diminuindo a autoridade de seu pai. Este espírito de Absalão, espírito de traição, ataca a igreja hoje operando através principalmente de líderes, mas também de membros ofendidos ou descontentes, que traem a autoridade da liderança da igreja. Líderes e membros que têm um desejo de controle, agem independemente e gostam das atenções voltadas para eles. Se não estão desempenhando um papel de evidência ou não têm alguém de seus familiares ou alguém de seu grupinho de amigos em evidencia não têm motivação alguma na casa de Deus. Em II Sm. 15:11 nós lemos que pelo menos duzentos homens foram enganados por este jogo sujo de Absalão. Há líderes, diáconos, obreiros e outros pastores, geralmente os mais antigos da igreja, que de repente não desejam mais ser liderados pela VERDADEIRA, GENUINA E AUTÊNTICA LIDERANÇA DE DEUS e assim tornam-se vulneráveis a este espírito. É que muitos não conseguem e não podem trabalhar na igreja somente desempenhando um papel de apoio. Meus irmãos, como crentes sinceros vocês irão se guardar deste espírito não aceitando criticas nem criticismo contra a liderança espiritual de sua igreja. Recuse-se a ouvir qualquer crítica de seus líderes. Digo mais, recusem-se a ouvir críticas de qualquer líder espiritual de qualquer igreja. Um espírito de traição que está atuando numa outra localidade pode afetar a nossa própria localidade se tomamos parte nas críticas de outros crentes aos seus líderes. “Não confiem numa pessoa simplesmente por causa de seu título ou sua posição na igreja. Procure ver o fruto que estes líderes produzem nas suas vidas e relacionamentos.” (Picket) Uma desavença entre um líder e seu pastor quando não é resolvida apropriadamente irá abrir uma brecha para a atuação deste espírito de Absalão. Há crentes que se tornam abertos e desprotegidos aos ataques deste espírito quando começam a criticar o trabalho de seus líderes e de seus pastores. Precisamos entender que Deus aponta pessoas para cada área de liderança. Se sua posição na igreja é a de um professor da Escola Bíblica, um "levita", um diácono, um "evangelista", ou mesmo "um membro que participa dos cultos simplesmente com sua presença e contribui com suas orações e ofertas" esteja contente com isto. Você estará neste lugar de segurança e no lugar onde Deus derramará sobre ti a Unção. Muitos pensam que podem agir independentemente ou paralelamente junto ao ministério da igreja. Não seguem orientação da liderança da igreja. Só se envolvem na "obra" se são suas idéias que estão sendo trabalhadas. Aquele que não está debaixo (no sentido de cobertura, não de dominação) da autoridade da liderança de uma igreja local não deve ser digno de confiança. Não confie em alguém rebelde, crítico e insubmisso aos seus "pastores e líderes". Fuja de todo aquele que só oferece críticas aos seus líderes. Um líder verdadeiro é conhecido pela sua capacidade de trabalhar com outro líder. Se você como líder não pode aceitar a orientação certa de outro líder que compartilha a mesma posição que a sua, você não está preparado para ser um líder na igreja do Senhor. Pessoas escandalizadas ou ofendidas na igreja são aquelas que foram tratadas injustamente ou pensam que foram tratadas injustamente. Muitas saíram de algumas igrejas escandalizadas com o erro ou a queda de seus pastores ou líderes. Ficaram muito ofendidas e escandalizadas. E enquanto não perdoarem a seus pastores no passado não ficarão totalmente sadias. Todo o crente que justifica sua frieza como sendo o resultado de ter-se escandalizado com o pecado de seus líderes foi apanhado por este espírito sujo. Precisam deixar de ser orgulhosas e de achar que teem razão em agirem assim, para que possam ser curadas e libertas. Quando a pessoa não resolve a ofensa começa a ficar agressiva e depois seu coração se enche de ódio. A partir daí somente agiram com críticas e apontando as coisas negativas e escandalosas que tomam conhecimento. Amargura gera ódio, ódio que leva a a uma ira desenfreada de tudo e de todos que finalmente levará à morte. As causas da ofensa geralmente estão na nossa própria mente e são alimentadas pelos nossos próprios pensamentos e julgamentos. Nós achamos como todo o mundo pensa que afinal temos nossos direitos: “Estes são os meus direitos!” E nosso orgulho defendendo nossos direitos, procurando nossos próprios interesses e de fato a nossa própria promoção recusa-se a perdoar aqueles que não nos reconhecem ou, como pensamos, não entendem que não poderíamos jamais sofrer este ou aquele tipo de ofensa! Assim é que toda a igreja está sendo abençoada, o Senhor está operando em todo lugar abençoando o Seu povo e estes crentes com seus “direitos exclusivos” estão padecendo e sofrendo uma situação de amargura e tristeza por distanciarem-se da comunhão dos santos! Crentes isolados dentro de casa, que se reunem somente com familiares e entre os outros que pensam da mesma forma, que não teem comunhão com o Corpo de Cristo são grupos de seitas espalhadas por todo o canto. Pior, não somente ficam isolados, de cabeça baixa, rostos entristecidos, coração amargurado, mas contaminam os outros com seus argumentos e reclamações. Já ouviu um crente dizer: "Ah! mas o pastor fulano não agia assim, não. Ah! Eu aprendi assim e não vou mudar. Este é o meu direito." Irmãos, nós somente temos um direito em Cristo que é o privilégio de dever amar a todos como Ele nos amou! Josimar Salum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas