Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Adeus lorinho



 Quero homenagear esse meu amiguinho que me alegrou com sua companhia durante 14 anos , mas que infelizmente nos deixou. Alegre, comunicador, e que registrava todos os dias sua presença com seus gritos .
Amavelmente percebia  o quanto ele me respeitava, me dando um tratamento diferenciado. E realmente os bichos quando nos amam fazem com sinceridade. Valeu o tempo vivido, mas prefiro não te-los mas presos em gaiolas mas em seu habitat natural. Adeus amiguinho!!!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

CAIO FÁBIO DENUNCIA ABUSO SEXUAL

Reverendo relata caso e desabafa sobre a mentira

Por: Redação Creio


Caio Fábio, como sempre, é polêmico. Até mesmo seu site, que funciona como divã virtual, vira e mexe recebe cartas que prometem debates acalorados e mostram uma realidade que a igreja evangélica teima em não perceber. Nesta semana o reverendo escreveu um texto em que declara que os crentes estão trocando a verdade pela mentira. A carta é resposta a desabafo de uma internauta, que pede conselho ao líder, sobre um abuso sexual que sofreu por um seminarista. A confusão não para por ai, ao descobrir que está grávida do rapaz, que no passado foi aconselhado por seu pai, também pastor, a abortar de um outro relacionamento.

Ao todo são três cartas que Caio cita. A primeira é desta jovem, que após um longo namoro, sofreu abuso sexual e agressões do seminarista. Depois do acontecido descobriu que estava grávida e não sabia o que fazer. No texto, relata, após o fato procurou o pastor do jovem que orientou a perdoar e esquecer. “Disse que um cristão não denuncia outro cristão e que se eu resolvesse denunciar, eu estaria me arriscando. Chocada eu me calei e resolvi ficar quieta. Agora descobri que estou grávida... E já não sei o que fazer!”, reproduz.

Após a primeira carta, a mãe do seminarista também respondeu a Caio relatando outro caso assustador. O então seminarista engravidou outra jovem e, aconselhado por seu pai, também pastor, incentivou o aborto. Com a repercussão negativa o seminarista foi enviado para o exterior. Munida destas informações, a mãe do jovem abrigou a vitima de abuso – que estava passando por sérias dificuldades-, e tomou uma atitude: pediu divórcio e está na dúvida se denuncia o filho à justiça.



Leia o desabafo de Caio Fábio sobre os temas acima:



OS CRENTES ESTÃO TROCANDO A VERDADE PELA MENTIRA… você não?...

Fico perplexo com coisas que em geral não deixam quase ninguém chocado...

Por exemplo, esta semana publiquei uma série de cartas que recebi, todas relacionadas a um caso de estupro praticado por um seminarista, com todos os requintes de mafiosidade religiosa, e, ante cujo fato, a mãe do seminarista estuprador enfrentou o filho e o pai dele, pastor e galinhento; e, além disso, assumiu a “nora” que não é nora [ela será a mãe do futuro netinho dessa senhora], como filha, pondo-a aos seus cuidados...

Ora, tal ocorrência, horrível e nojenta em todos os seus aspectos..., teve um final feliz pela Graça, pois, uma mãe de verdade, preferiu enfrentar tudo e todos a consentir com tamanha malignidade... [Leia os links acima e você entenderá!...]

Entretanto, tal fato do amor gerou um estado de “Ó!” em muitos que leram as cartas...

Perversa e pudicamente houve quem indagasse se eu não “criava” as cartas a fim de “ilustrar” o que eu dizia...

Que modo elegante de dizer que você é um estelionatário!...

Eles, todavia, os que assim dizem, julgam-me por eles mesmos...

Portanto, ao assim dizerem, de fato se confessam... Sim, dizem o que são capazes de fazer...

O meu choque, no entanto, é que esses mesmos são capazes de escandalizarem-se quando digo que os “evangélicos” estão cheios de curas fajutas, inventadas; cheios de “milagreiros bandidos”...; cheios de estelionatários descobertos até pela Polícia...; cheios de malfeitores angariando fundos em nome da teologia da prosperidade...; cheios de dejetos do engano e da mentira...; cheios de Síndrome de Lúcifer...

Duvidarem do amor como graça e perdão e não duvidarem da mandinga do charlatão, para mim mostra o estado espiritual das pessoas...

Isto tudo, portanto, revela apenas uma coisa...

As loucuras dos “evangélicos” são aceitáveis, criveis e até objeto de enfrentamento [quando denunciadas] por parte de muitos daqueles que, hoje, dizem que uma carta de justiça, verdade, sinceridade e perdão, só pode ser invenção...

Este é o estado espiritual das pessoas...

A mentira é crida e defendia...

A verdade é ficção...

Tem-se detido tanto a verdade pela mentira; tem-se trocado tanto a verdade do Evangelho pelas invenções dos homens..., que, na hora da verdade mais simples e caracterizadora do Evangelho ser manifestada..., os “crentes” que aceitam toda sorte de picaretagem, dizem: “Ah, não!... Esse negócio só pode ser ficção!”...

Sabe por que dizem assim?...

Porque se acostumaram a fazer o mal e desaprenderam a fazer o bem...

Por isto o mal é normal e a Graça da verdade, da coragem e do perdão parecem tão “alienígenas” aos crentes...

Sim, a desgraça cresceu tanto que a normalidade do Evangelho está se tornando obra de ficção!...

E mais: tal atitude demonstra o estado de morte da maioria...

A esses digo:

O Cerulo vem aí e vai curar todo mundo! Vão lá... É tudo verdade!

A esses também digo:

Que coisa horrível... Existe uma menina que, estuprada, perdoa e decide ter o filho... Existe uma mãe que, sabendo do ato do filho, enfrentou a ele, ao pai dele, à denominação toda; tudo por não aceitar mais a injustiça... Vê se pode?... São loucas!...

Assim, mais uma vez ouço a voz de Jesus a indagar:...

“Quando vier o Filho do Homem, por ventura encontrará fé na terra?”

Nele, que somente se escandaliza com o escândalo dos fariseus e dos cínicos que vivem da religião das mentiras feitas de modo e de etiqueta de perversidade.



LEIA AS CARTAS COMPLETAS:



ESTUPRO DO SEMINARISTA SÊMENARISTA… [1 E 2]...

SOU A MÃE DO “SÊMENARISTA” QUE ESTUPROU A MENINA...

ESTUPRO, AMEAÇA E MILAGRE!



VIVA A VERDADEIRA MÃE!...

MÃE DO SÊMINARISTA NO SINÉDRIO...






Data: 26/1/2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

GONDIM INDAGA VERSÃO DA TRAGÉDIA

Em seu blog, pastor questiona análise da tragédia no Haiti


Recuso-me a comentar o que este pastor escreveu
Ricardo Gondim

Acabo de receber a mensagem abaixo de um pastor evangélico. Recuso-me a comentar. Como não partilho de suas lógicas, prefiro que cada um leia e tire suas próprias conclusões. Adianto, que minhas entranhas se contorcem. Choro por mim mesmo, porque já fui parte deste gueto.
Ricardo Gondin


DÁRIO:
NÃO VOU COMENTAR NADA AGORA PORQUE AINDA NÃO LI O QUE O PR. RICARDO GONDIN ESCREVEU ... LEIA E REFLITA


DEUS, NÓS E O HAITI.
Pr. Ednilson Correia de Abreu

No dia em que as águas do tsunami varreram as costas asiáticas e indianas, varreu também convicções bíblicas de muitos crentes e teólogos, creio que mais uma vez com essa nova tragédia ocorrida no Haiti a fé de muitos poderá ser abalada e teólogos da linha processual, relacional ou do teísmo aberto estarão prontos a se levantarem e reafirmarem seus dogmas. Mas será este o caminho?


Penso que diante de um quadro como este que pode ser ampliado não só pela tragédia do terremoto em sí, mas pelo caos que já existia em termos da qualidade de vida do povo haitiano, povo esse oprimido espiritualmente, politicamente e socialmente, onde 80 por cento dos pais vive abaixo da linha da miséria.


Uma coisa que para mim fica bem claro diante de tudo o que acontece no mundo é que Deus não precisa de advogado; Deus não precisa ser defendido; o que na verdade acaba sendo uma tentativa dos teólogos processuais, relacionais e afins,onde na busca de se tentar encaixar o ser e agir de Deus dentro das tragédias humanas e do mal no mundo acaba-se na verdade criando um outro Deus, diferente daquele que se revela nas Escrituras.


Deus é Deus Ele tem as “costas largas” o suficiente para segurar e assumir o ônus de ser quem Ele é. Quando Moisés perguntou em nome de quem ele se apresentaria diante da maior potencia do seu tempo e do povo escravo no Egito, ele ouviu a resposta simples, profunda, direta e absoluta de Deus: “Eu Sou O que Sou...Eu Sou me enviou a vós outros.” (Êxodo 3.14). Ou seja, Ele basta a si mesmo, Ele é Senhor de seus atos soberanos, Ele não deve explicação e nem precisa de defesa, seus motivos estão fundados nEle mesmo e suas ações estão acima de todo controle e crítica. Somos criaturas Ele é criador, somos barro Ele é o oleiro.


Para alguns minhas palavras talvez soem como um reducionismo ou uma simplificação, mas dentro de um olhar da criatura para o criador em seus atos soberanos assim é que é. (Is. 64.8; Rm 9.20)
Isso não nos impede de pensar em alguns aspectos que fazem parte dessa reflexão da vida em sua complexidade e angústia, como lembrar por exemplo que toda tragédia tem sua origem fundamental no fato de vivermos em um mundo marcado pelo pecado em toda a sua crueza. Isso é fato.


Ao olhar agora para o Haiti, muitos irão chorar, lamentar e questionar: por que algo assim acontece? Mas o que temos feito ao longo de tantos anos para tentar frear a tragédia social estabelecida onde crianças, adultos e velhos chegam a comer biscoitos feitos de barro? Talvez agora com esta nova tragédia o mundo acorde e veja que existe um país morrendo no caos da miséria e da injustiça e que precisa ser reconstruído em todos os seus aspectos.Talvez agora com a morte de milhares de uma só vez haja um freio para a morte agonizante de milhões ao longo dos anos. Fatos que poderiam ser evitados se os pecados da ganância, da insensibilidade e do desamor não estivessem estabelecidos e cauterizados em tantas almas. Não é esta uma tragédia silenciosa talvez maior do que este terremoto? Mesmo as mortes ocorridas nessa tragédia poderiam ser minimizadas, pois é sabido que ali é uma área sujeita a abalos sísmicos poderosos, mas no país não existe nenhuma estrutura de aviso, de preparo ou de construções seguras (como no Japão, por exemplo) em relação a terremotos, por que?

Pergunto eu, e respondo – porque os poderosos não têm nenhuma preocupação com isso, pois em suas almas o pecado enraizado prevalece e a auto-preservação dos seus interesses escusos vêem em primeiro lugar.
Outro aspecto que vale pensar nesse momento é que não temos como pensar em todas as implicações daquilo que poderá brotar a partir dessa tragédia. Os pensamentos de Deus estão muito acima dos nossos. Podemos especular e refletir, mas a definição dos fatos vem de Deus; e só o tempo; e no tempo de Deus se Ele assim o desejar; poderá nos revelar o que será gerado a partir da dor e do sofrimento de tantos de uma só vez, tendo em vista que dor e sofrimento já marcavam a vida daquele povo que aos olhos de muitos no mundo inteiro passavam ignorados completamente. Agora de um jeito ou de outro o Haiti será conhecido.


De fato na vida existem mistérios maiores do que podemos pensar, mas esses mistérios são mistérios em nossa perspectiva humana limitada, mas não para Deus, Deus nunca será pego de surpresa, pois Ele é Senhor da luz e das trevas, para Ele tudo está claro e seus planos estão coordenados e soberanamente definidos.
Interagimos livremente com Deus, mas nada escapa a seu controle. Essa dinâmica relacional já é em si misteriosa, um Deus soberano interage com pessoas responsáveis. Por isso Deus continua esperando daqueles que se dizem seu povo ações que testifiquem essa relação.


Não adianta subir a um púlpito e dizer: “gente não sei o que Deus quer ou o que Deus fez”. E achar que estamos comunicando a maior mensagem da história, ou querer defender Deus dizendo que ele deixou de ter controle da vida e da história. Não! Esse não é o caminho.


O caminho passa por reconhecermos a nossa responsabilidade em todas as coisas. Lembrando-nos que este não é o melhor dos mundos, posto que ao pecado ele está sujeito, mas também não é o mundo final, e assim debaixo da graça soberana do Deus criador e sustentador de todas as coisas ser e fazer aquilo que Ele nos ensina em sua palavra.


Os mistérios de Deus somente a Ele pertencem até que Ele nos revele quando assim o quiser, se assim o quiser. Enquanto isso nos cabe viver em completa dependência do Senhor e firmados em sua palavra: consolar os sofredores, trabalhar pela justiça, amar o próximo, ser voz dos mais fracos, proclamar a salvação em Cristo pela fé somente , viver uma vida que honre a Deus, e silenciar em temor e tremor diante de um Deus santo, justo, compassivo, sábio, amoroso e soberano em todas as suas obras. Aguardando o dia glorioso quando o Cristo glorioso será tudo em todos na restauração de todas as coisas e toda dor, sofrimento e injustiça estarão no tempo passado eternamente.

Ednilson Correia de Abreu
Pastor da primeira Igreja Batista em Ecoporanga –ES

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Uma Igreja SEM Propósitos???

Não estou falando de um novo modelo de gestão para sua igreja. (...) Estou falando das igrejas como um todo. Igrejas locais, com endereço, com estatuto, com membros e líderes. Que são, ou deveriam ser, a expressão local da igreja universal de Jesus Cristo.



Tenho tido a oportunidade de visitar várias igrejas, de várias denominações, algumas históricas, outras de história bastante recente. Algumas que crescem, outras que estão do jeito que sempre foram, e outras que vem se arrastando, mantendo a velha programação e esperando que os gloriosos tempos de outrora voltem algum dia, quando faltava lugar pra tanta gente sentar.



Mas, voltemos aos propósitos. Eta palavrinha bem usada recentemente, não? Igrejas com propósitos, vida com propósitos, 40 dias com propósitos, tudo com propósitos...



Agora... pensando na definição bíblica de igreja, dada por Jesus: existe igreja sem propósitos?



Eu creio que a única resposta cabível é não! Jesus estabeleceu a sua igreja, e disse o que ela deveria ser e fazer. Estabeleceu os seus propósitos. Pouco mais tarde, o Espírito Santo, por intermédio de Paulo, Pedro e outros, estabeleceu algumas normas pelas quais estes propósitos deveriam ser alcançados. Portanto, igreja bíblica é igreja com propósitos (mesmo que use o G12, que se divida em células, que siga a árvore do discipulado, que se organize por ministérios, etc., etc., e mesmo que adote o modelo da igreja com propósitos).



Mas se pensarmos no que temos conseguido e observado com nossas igrejas por aí, começo a pensar que existem variações um tanto estranhas. Penso que todas elas continuam a ser igrejas com propósitos, mas convenhamos... tem cada propósito por aí...



Eu o convido a analisar comigo alguns casos e até a pensar em outros, caso você queira. Lamentavelmente a relação é meio que extensa.



A igreja com o propósito de cultuar a tradição - ora, que se danem os perdidos. Ora, que se danem os jovens e os que querem novidades. Nossa igreja sempre foi assim, ainda é assim, e sempre será assim. Foi assim que sempre fizemos, e assim sempre faremos. Pelo menos até que os manda-chuvas morram



A igreja com o propósito de quebrar paradigmas – temos que modernizar! Temos que achar um novo meio de fazer as coisas! Tudo novo é melhor. Esqueça o que sempre foi feito. O deus dessas igrejas é a quebra da tradição, é o novo modelo. Estão tão atentas em seus novos métodos que se esquecem de pregar o evangelho.



A igreja com o propósito de construir o templo – você já contribuiu? Você já fez seu compromisso de fé? Ora, apresse-se irmão! Temos que comprar os vidros! Temos que isso, temos que aquilo. Temos que construir nosso edifício de educação religiosa. A igreja vira um canteiro de obras, e o edifício passa a ser o “objeto de adoração”.



A igreja com o propósito de vender favores – venha ao nosso culto dos endividados! Venha ao nosso culto da libertação! Venha ao nosso culto da cura e da unção! Venha ao nosso culto disso, culto daquilo. Seja um dos nossos, contribua (claro), e receba com juros e dividendos os favores de Deus. Ah... você já fez tudo isso e o favor não chegou? Falta de fé, irmão...



A igreja com o propósito de mostrar fenômenos – se você vai ao culto de uma dessas igrejas e não sente nem um arrepiozinho, avalie a sua fé, meu caro. O fogo tem que descer. O pau com o capeta tem que quebrar. O inimigo é amarrado. Mas parece que ele acaba se soltando, pra poder ser amarrado de novo no próximo fim se semana.



A igreja com o propósito de triunfar – pensamento positivo, meu velho. Carro importado, sim. Clame por mais faturamento, amigo empresário! Que seus negócios reflitam o poder de Deus! Ah..., é... sei..., mas sabe, esse negócio do apóstolo Paulo dizer que sabe o que é ter fartura e sabe o que é passar necessidade é uma passagem isolada... esse negócio de combater o bom combate, de espinho na carne, é tudo uma visão momentânea...



A igreja com propósito de conviver - é o princípio do monte da transfiguração: "bom estarmos aqui, Senhor! Façamos aqui três tendas!" É a igreja-clubinho dos amigos. Tem um sentimento de família imbatível. Os membros se amam e se dão bem. Tão bem que não querem estragar o ambiente deixando mais gente entrar. Por isso esquecem de pregar.



A igreja com o propósito de discutir teologia - são verdadeiros seminários. Todos os membros sabem tudo de Biblia. Pena que de vez em quando rola uma briga entre os calvinistas e os wesleyanos. Ou entre os pre-milenistas e os pós-milenistas. Brigas entre os doutores da lei. Ensinar Bíblia sempre foi bom, mas há alguns lugares onde o bate-bola teológico foi tão longe que talvez chegue no que Paulo classifica de genealogias intermináveis.



A igreja com propósitos não-declaráveis – pode ser o propósito de comprar uma rede de televisão, de arrecadar dinheiro, de manter o emprego do pastor, de montar uma estrutura, de promover alguém na denominação, etc., etc.



Enfim, a questão que fica não é se existe ou não existe igreja sem propósitos. A questão é saber de que propósitos estamos falando.



É óbvio que, filtradas as ironias e um certo humor que existe na descrição dos casos acima, conviver, ensinar, construir, quebrar paradigmas, entre outros, são coisas que precisam passar pela vida de uma igreja sadia e normal. O que não pode ocorrer é que os meios se tornem os fins!



Igreja de Jesus Cristo tem que ter os propósitos de Jesus Cristo. Caso contrário ela é uma confraria, uma associação sem fins-lucrativos, beneficente, sei lá o que. Pode ter até nome de igreja, mas...



Qual é o propósito da igreja de Jesus? Crescer, fazendo discípulos. Discípulos que são adicionados à família porque lhes é apresentado o real evangelho de Jesus. Discípulos que aprendem a guardar os ensinamentos de Jesus. Discípulos que se multiplicam à imagem de Jesus, conforme Jesus, tendo Jesus como modelo.



Igreja com os propósitos de Jesus cresce. Em número, conhecimento, graça e amor, conforme Ele projetou, mandou, estabeleceu.



Igreja com outros propósitos faz qualquer outra coisa. Talvez até cresça. Mas será que transforma vidas à imagem de Jesus?







Grato

Ricardo Coelho

Servo

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O HAITI É AQUI ....


Lembra-se dessa frase cantada por um cantor popular brasileiro ? E quando as primeiras imagens do terremoto chegaram a minha casa , me veio a mente essa musica , e pasmem... eu particularmente dou razão ao poeta: O Haiti é realmente aqui. Hoje posso falar do  Rio de Janeiro por que convivo e vivo por aqui 5 dias na semana, o meu serviço de comunicação de rádio me leva proximo ás pessoas e assim consigo de perto ver  consequencias de alguns terremotos particulares tal como : Um Policial militar morto com um tiro na cabeça em pleno serviço , outro fugindo mas alvejado no ombro e pernas, e é comum negros  mendigos, dormindo debaixo de marquises , sujos, cara de fome, meninos como o Luiz Carlos Ferreira que pela manhã estava pendurado na traseira de um caminhão coletor de lixo, fazendo caretas para os motoristas que vinham atrás , eu era um deles, e que na hora do almoço la estava ele pedindo o que sobrava da mesa onde eu almoçava para se alimentar o que fiz de bom grado irritando o proprietário do restaurante. O Haiti é aqui ? balas perdidas,ou achadas como queiram ,  pessoas feridas paraplegicas, assassinadas. E isso faz tremer a nossa estrutura emocional, social , religiosa e politica, os escombros nos vem a cabeça, nos fazem contemplativos , frustrados a ponto de até afirmar que será disso pra pior. E hoje .... eu vi o caveirão , um veiculo projetado pela policia para entrar nas comunidades, morros , locais perigosos com objetivo de matar criminosos,  fazer tremer o chão das familias, no mais alto grau de um terremoto devastador levando pais, filhos, trabalhadores inocentes que querem apenas paz em meio a tanta guerra. Eu não quero que o Haití seja aqui mas é. Falar mais ? dar mais exemplos disso é chover no molhado.Estou abalado com o que tem acontecido por lá , mas não tiro os meus olhos daqui . Aqui é o meu Haiti.

Pastor da Assembleia de Deus na Paraíba se converte ao islamismo

Muitos fatos marcaram a permanência do Pastor João de Deus Cabral a frente da Assembleia de Deus de Madureira na Paraíba. Presidente da Igreja na Paraíba e Secretário Nacional da Igreja no Brasil durante 15 anos, não foram suficientes para ser arrebatado ao Islamismo e servir ao Deus Allah.

A revelação foi feita por João de Deus Cabral durante a madrugada deste sábado, 16, ao Programa Sales Dantas na TV Litoral/TV Diário. João de Deus agora tem como principal objetivo de sua vida servir a Alá e construir uma mesquita nos próximos meses na Paraíba.

João de Deus revelou que durante muito tempo servindo na Assembleia de Deus e proferindo palestras pelo Brasil, sempre era indagado sobre o significado do Natal, sobre a Santa Trindade. Essa busca e interrogações levaram a um estudo interno e a busca pela verdade. Viajou por vários países e chegou a conclusão após cinco anos que não existe a Santa Trindade e que o natal não representava o nascimento de Cristo. Para João de Deus, nome de batismo mesmo, essas datas foram criadas por um imperador de Roma, como forma de estabelecer uma data única que comemorasse dia 25 de dezembro o dia do Deus Sol, mudando logo após para chamarem de nascimento de Cristo, o sol da justiça.

O ex-pastor da Assembleia de Deus na Paraíba agora se diz muçulmano porque não é contra os Profetas Abraão, Jacó, Isaac, Ismael, Moisés ou Jesus (que a paz esteja com todos eles), mas porque vai procurar seguir os ensinamentos recebidos por eles revelados pelo nosso Único Deus, o Altíssimo.

"Sou muçulmano não por imposição ou submissão a qualquer lei humana, mas porque aprendi a submeter-me voluntariamente a vontade de um Deus amoroso, que embora não seja meu pai, age muitas vezes como tal admoestando-me através de suas palavras presentes em seu Alcorão. Pois Ele é Clemente e Misericordioso. Não porque eu seja superior a ele, mas porque Allah é muito superior a nós dois. Allah hu Akbah! (Deus é Maior!)".

João de Deus aproveitou para convidar a todos para uma palestra sobre a Fé e Crenças Islâmicas, que será realizada no próximo dia 30 do mês de janeiro, no Auditório do Hotel Xênius, localizado na Praia de Cabo Branco, que será proferida pelo Sheikh Mabrouk El Sawy Said, dirigente do Centro Islâmico do Recife.


Data: 16/3/2010 09:15:00
Fonte: Vigiai.net

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

LIMPA O MEU OLHAR!

Um olhar “condicionado” é um olhar determinado pela escravidão a algo que não deixa ver!

O problema é que o que condiciona o olhar é o próprio olhar...

O olhar, portanto, é o mestre ou o algoz do próprio olhar...

Isto porque há um olhar que antecede ao olhar que vê...

Falo do olhar que não usa os olhos, mas interpreta a vida...

Sim, falo do olhar que todo ser humano tem, mesmo quando fica cego...

Olhar é interpretar...

Entretanto, há um olhar que precede o interpretar...

Que olhar é esse?...

Ora, é o olhar de meu ser acerca de mim mesmo!...

Eu não vejo mundo algum sem que o veja a partir de meu ser!...

Por isto [...] Jesus disse que os olhos são a lâmpada do corpo/ser...

O olhar do meu ser não tem que iluminar o mundo com luzes de falsificação...

O olhar do meu ser somente será iluminado se antes me iluminar!...

O meu olhar não tem que iluminar o mundo, mas tem que me iluminar em qualquer que seja o mundo...

A escuridão não está no mundo...

A escuridão está em mim...

Assim, Jesus diz que será a luz do mundo apenas aquele que tem um olhar queilumina antes o seu próprio ser...

“Vós sois a luz do mundo” [...]

“Os olhos são a lâmpada do corpo... Se os teus olhos forem bons, todo teu ser estará iluminado, mas se forem maus, todo o teu ser estará em trevas”...

Mas há quem se candidate a ser luz do mundo vivendo em profunda escuridão...

É mais fácil brincar de luz do mundo do que limpar o olhar todos os dias!...

Desse modo, por tal principio, o que Jesus me ensina é que o mundo pode ficar como ficar, mas, ainda assim, meu ser poderá ser pura luz apesar de tudo...

Não estou esperando a luz acender no mundo para ajudar o meu olhar...

Não! O mundo não se iluminará a fim de me ajudar!...

Todavia, ainda que eu ande no vale da sombra da morte não me faltará Luz no Olhar, pois, Tu estás comigo...

Olhar/consciência/luz!...

O Evangelho limpa o olhar...

O Evangelho produz consciência...

O Evangelho é Luz...

Jesus é o Evangelho...

Jesus vai se tornando a consciência do discípulo...

Jesus é a Luz do meu olhar...

Neste novo ano tudo o que peço ao Pai é um olhar/crer/interpretar/sentir muito mais limpo do jamais antes em minha vida...

É o que desejo a você também!...
PR. RICARDO COELHO

ARIOVALDO RAMOS SOLTA O VERBO

Pastor desabafa e diz que está farto do evangelho raso


Acabei de ler uma asquerosa crítica à Senadora Marina Silva. Faltam dados, falta seriedade, falta responsabilidade!

A crítica foi publicada num site que se propõe ser arauto de mídia séria! Mas, de fato, é porta-voz do que era chamado, no tempo em que as ideologias estavam na pauta, de extrema direita.

Parece que ainda há quem tenha saudade do tempo em que se torturava a quem quisesse, quando quisesse.

Gente para quem a palavra democracia não significa nada.

Recentemente, um artigo publicado nessa mídia me citou, acusando-me de esquerdista, pró-aborto e de pró-gayzismo. E já fui questionado quanto a isto.

Não sou pró-aborto, mas, também, não sou a favor desse estado de coisas, onde a mulher é usada e abusada, onde a orientação sexual não chega aos pobres, onde o Estado se omite e faz vistas grossas ao estado de violência a qual o jovem e, principalmente, a moça está submetida, pela alienação das drogas e dos bailes funks, que sustentam o machismo que faz da mulher o mais abjeto objeto. E não sou contra a mulher vítima de estupro, e cuja gravidez lhe seja fatal, ser assistida na interrupção de sua gravidez.

Não sou pró-gayzismo, seja lá o que isso signifique, mas sou a favor dos direitos civis. Sou contra a tentativa do movimento gay de reescrever a Bíblia, mas, também, sou contra privar os homossexuais do usufruto do património de construção conjunta. Sou contra o impedimento de ajudar a um homossexual que o queira deixar de ser, como sou contra a hostilização de um ser humano porque ele ter se declarado homossexual.

A palavra esquerdista não faz mais sentido, nos dias correntes. Eu sou progressista! Sou a favor da reforma agrária, do acesso universal à educação, à moradia, à saúde, ao transporte urbano, à alimentação adequada. Sou a favor da distribuição de renda, da erradicação da pobreza, da sustentação do meioambiente e da democracia.

Sabe de uma coisa? Eu não sei quanto a você, mas eu estou farto dessa gente que se acha dona da verdade, e que, em nome do que acham ser a verdade, vivem a matar pessoas.

Farto dessa gente que se apossou de Deus, como se Deus fosse um objeto que se possa ter e manipular.

Essa gente que não considera como semelhante quem não concorda com eles!

Recentemente, também, uma série de e-mails anônimos foram disparados me caluniando, tentando me vender como um pecador dissimulado, para dizer o mínimo.

Estou farto desses covardes, sem caráter que, por detrás do anonimato, vivem a tentar destruir a vida dos outros.

Estou farto dos que dão ouvidos a eles, fazendo valer a calúnia e a difamação.

Estou farto dessa gente que anima suas rodas de amigos falando mal dos outros, zombando da desgraça alheia.

Farto dessa gente que vê fantasma em todo o lugar, que está sempre procurando alguém para atacar e para destruir.

Estou farto dessa gente que não sabe o que é debate intelectual, que toma tudo como pessoal, porque se vê como a medida para a verdade.

Farto dessa gente que em vez de pregar o Evangelho, fica checando se os outros o estão.

Checando se o outro crê “certo”.

Estou tão farto disto, tanto quanto, dos que estão invocando Deus para obter dinheiro para os seus negócios, travestidos de ministérios,de igreja ou de denominação.

Dos que lutam pelo poder denominacional, transformando o Odre em algo mais importante do que o Vinho.

Também, me fartei dessa gente que quer destruir tudo, confundindo a igreja local com a deturpação da denominação, confundindo o povo com os seus maus líderes e que se tornam líderes tão maus quanto os que condenaram, e que saem pelo mundo atacando os pastores e as estruturas com a mesma fúria dos que as estão usando para benefício próprio.

Estou farto desses apóstolos que venderam que tinham de ser apóstolos para derrubar as potestades nas cidades, as mesmas que foram destronadas na Cruz de Cristo!

Estou farto dos que não usam o título de apóstolos, mas agem do mesmo jeito!

Estou farto dos liberais, que rasgam a Bíblia e saem a zombar de quem crê.

Estou farto desses ecuménicos que dizem celebrar a fé, de modo indistinto, mas não conseguem estender a mão para o irmão pentecostal.

Mas jamais me fartarei da Igreja:

A Igreja é a comunidade da fé! É a nossa casa!

A Igreja é lugar de perdão e de reconciliação.

O que é oferecido a todos nós, inclusive para os que agem como se não o precisassem, é a oportunidade de se arrepender.

A fé cristã não prega a impecabilidade, prega o arrependimento!

A fé cristã prega que o amor é demonstrado no perdão e no serviço!

A gente deve continuar a lutar pela Igreja!

Continuar a lutar pelo resgate da humanidade, e de toda a criação de Deus.

Nosso problema não está no termos pastores ou presbíteros, mas em sermos todos apascentadores.

Nosso problema não está em darmos dízimos e ofertas, mas em como ofertamos, e como usamos as nossas ofertas e dízimos.

A Igreja somos nós, e o único Ungido é Cristo Jesus.

Todo poder: seja religioso ou econômico ou de qualquer natureza, tem de ser controlado pela totalidade do povo.

Se você está farto como eu, não saia da Igreja, Igreja é invenção de Jesus.

"Jesus disse que onde 2 ou 3 estiverem reunidos em seu nome, ele lá estaria." Mt 18.20

Jesus seria a 4ª pessoa naquela reunião.

Jesus seria a visita especial.

Ali Ele segredaria o que não pode dizer pessoalmente. Paulo disse que só com os demais irmãos é possível conhecer o amor de Cristo, em toda a sua dimensão. Ef 3.18

Alguns têm entendido que essa reunião é o fim de toda a formalização, a comprovação de que nunca precisamos de formalização alguma.

Mas, o que é reunir-se em torno de Jesus?

Jesus instituiu como reunião em torno dele a reunião em torno da ceia do Senhor.

Jesus disse que toda a vez que comêssemos do pão e bebêssemos do vinho, o anunciaríamos, até que ele volte. 1 Co 11.26

É em torno da ceia do Senhor que nos reunimos em nome do Senhor.

Isso é formalização: tem hora, tem maneira e tem lugar. E é seríssima, pois Paulo disse que, dependendo da forma como participamos da ceia, podemos sofrer consequências, inclusive morrer mais cedo. Logo, também tem liturgia. 1 Co 11.27-30

Então, reunir-se em nome de Jesus é reunir-se em torno da ceia.

Lá anunciamos o perdão com o que somos perdoados e com que perdoamos.

Lá anunciamos a ressurreição, o poder pelo qual vivemos.

Lá o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.

Lá é a reunião da Igreja!

Todas as reuniões só serão da igreja se o forem em torno da mesa, mesmo que a mesa não seja arrumada para aquele dia.

A mesa da ceia é a mesa da comunhão. Lá nasceu a Igreja e lá ela é mantida.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

** Desinspirado

Oi .. há um tempo estou tentando extrair de dentro de mim inspiração para escrever , mas quando ligo o computador e ensaio algumas tecladas me cai um desanimo e que me faz ver a falta de inspiração que me transborda. Isso sem falar nos vários temas que me vem a mente tal como : a alegria de ter minha filha se formando em direito, projeções para um ano novo , ou nova caminhada em nova igreja, quis ate escrever sobre nada ... imagina ??? .Sou bombardeado todos os dias com mensagens via blog, Orkut, emails , radio e t v , mas confesso a vocês , ta difícil...Comecei o ano relendo a Bíblia , e cada vez que a leio novas revelações me são dadas, mas também não vejo motivos para escrever sobre isso aqui . Há... escondido entre meus livros estava lá um com o Titulo : A importância de ser e não ter de Cáio Fábio, pasmem eu estava cheio de coisas e esqueci de ser alguma coisa , decidi mudar algumas coisas em mim ,e isso não é da noite pro dia, inclusive para um cidadão que já ultrapassou meio século , há coisas que grudam feito goma de mascar, e é preciso um tratamento especial, portanto não entrarei em detalhes aqui sobre isso também ... rsrsrsrs. Pensei em escrever sobre rádio, afinal de contas estou fora do ar há quase dois anos , e quando ensaiamos voltar via rádio boas novas no Rio de Janeiro, a falta de atenção do operador dos transmissores fez com que tudo pegasse fogo. Longe de pensar que sou culpado, se essa for fazer parte de minhas neuroses é melhor que eu me aposente. Bom ... a desinspiração continua, não vou te prender lendo tais linhas. Começar o ano assim não é bom , mas como escrevo sem obrigações , continuarei na minha máxima de que 2010 é o melhor ano , é o ano 10 tudo de bom vai acontecer pra mim e pra vocês. Com inspiração ou sem inspiração estou vivo, estou abençoado. ** nova ortografia do Dário

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas