Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O DESAFIO DE PLANTAR NOVAS IGREJAS-Missionário René Breuel aponta defeitos dos modelos de evangelismo

Plantar uma nova Igreja e cultivar a semente da evangelização. Na Bíblia, personagens como Paulo já ensinavam a difundir as lições do evangelho pelos povos da época. Atualmente, igrejas não se renovam, líderes não se preparam e prejudicam o crescimento evangélico com qualidade. O assunto foi tema de debate comandado pelo missionário René Breuel que, de malas prontas para a Itália, onde realiza um novo modelo de plantação de Igreja, busca e ensina a líderes novas estratégias e necessidades na difusão evangélica no Brasil e no mundo. Formado em administração de empresas e mestre em divindade pela Regent College, no Canadá, Breuel é uma mostra que ser jovem não significa não ser preparado para o comando de uma Igreja. Durante o 37º Encontro Sepal para pastores e Líderes, realizado no último dia 6, e. Águas de Lindóia (SP) os ouvidos até mesmo de pastores com maior experiência no assunto ficaram atentos aos ensinamentos do missionário. Novas estratégias e principalmente nova visão evangelística conduziram o debate composto por aproximadamente 60 pessoas sentadas à sala. Breuel abordou em tópico pontos cruciais e argumentos para plantações de igrejas com mais qualidade. “Uma Igreja que recebe recursos se torna uma ferramenta que gera recursos” frisou. Ressaltou ainda o papel das lideranças em cada modelo e criticou o que definiu como falta de busca por base intelectual e teológica. “Um bom plantador deve ter espírito de liderança de grupo. É importante que se tenha a bagagem intelectual antes de qualquer evangelização. O teólogo deve auxiliar, mas é o plantador quem deve ter o interesse de correr atrás”. Sobre os modelos de plantação de igrejas mais utilizados, o missionário destacou o de plantador profissional, utilizado por Paulo como dito na Bíblia, o de pastor fundador, realizado pela Igreja a partir da sede, e o de grupo, a exemplo de igreja que reúne grupos evangelísticos e faz mutirão de evangelização. Na Itália, país para onde viaja em junho, Breuel adotará um modelo de plantação de Igrejas definido como o de público-alvo, onde se avaliam em primeiro lugar as condições econômicas, sociais e culturais de cada localidade. Como um primeiro passo, o missionário ressaltou a necessidade de um sistema de evangelização de qualidade, bem como a de líderes capacitados para a função, seguindo a filosofia de ministério e os sistemas ministeriais, incrementados com treinamento, divulgação para só então dar início a novos cultos. “Pegando o exemplo do Canadá, onde eu via igrejas com várias línguas e de várias nacionalidades funcionando num mesmo espaço (espanhol, chinês, italiano), vejo que a ideia pode dar certo” analisa. Além do líder, atenção dada também às esposas dentro de cada célula e seu papel no trabalho de evangelização. “A esposa é que dá o suporte ao líder, quem o organiza e o motiva e alerta sobre seus erros”. Quem participou do evento pôde abrir espaço a uma reflexão e se atualizar. Para atender principalmente a geração jovem que tem chegado a Igreja, é o caso de Marcos Soares, pastor no Rio de Janeiro. “A igreja de hoje é diferente da igreja de30 anos atrás e se não nos atualizamos paramos no tempo. A palestra agregou muito neste sentido. Já atuei como plantador de Igrejas e passei dificuldades. Com ensinamentos como esse, o trabalho se torna mais produtivo”. Data: 20/5/2010

Um comentário:

  1. Paz seja convosco.

    O verdadeiro evengelho é aquele que quando ouvimos ou pregamos nos tras um sentimento de que nos falta alguma coisa,Lc.18;22. nos estamos nos aproximando de Jesus, mas tem nos faltado sinceridade.
    Deus continue nos abencoando
    seu irmao bem menor na fé
    Farinazo

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas