Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

terça-feira, 1 de junho de 2010

INABALÁVEIS

Será que ser inabalável é viver escondendo os erros? Às vezes paro para pensar: será possível a prática desta realidade? Todos os dias estamos expostos a desafios. Todos os dias cometemos erros e sofremos com as conseqüências dos mesmos, e às vezes é tão difícil suportar a dor... E o perecer se torna algo real e palpável em nossa realidade. Bom seria se sempre acertássemos e nunca falhássemos. Se a nossa prática fosse um retrato fidedigno de nossa teoria, mas isso não é verdade Sabemos tanto, estudamos tanto, temos tantos diplomas, são tantos anos de estudos bíblicos... Contudo, em momentos decisivos falhamos. Quando devemos ser pacientes somos ansiosos; quando longânimes, precipitados; quando calmos, irascíveis; quando silenciosos, falantes; quando firmes, moles. E assim vai. Parece que acertar o alvo se tornou uma utopia e não sabemos mais o que fazer ou como agir. A dor invade a nossa alma, uma vontade desesperadora de desaparecer nos consome. Rejeitamo-nos a nós mesmos e nosso coração treme, olhamos a nosso redor e estamos cercados de circunstâncias que são conseqüência de nossos erros. Então, um grito de silêncio agudo ecoa de nosso interior. Poderia ter sido diferente e queremos nos abrir, tirar de dentro de nós aquela mágoa que nos fere, aquele peso que nos abate, a barreira que nos impede de caminhar. Porém não podemos, pois sabemos demais e os que nos rodeiam sabem que sabemos, olham-nos como espelhos. Esperam ver em nós uma orientação para a solução e não um clamor por ajuda. Nosso grito limita-se ao silêncio de nossas lágrimas escondidas, camufladas muitas vezes por sorrisos amarelos e na nossa consciência é latente a cobrança: preciso ser um modelo. Mas, que modelos podemos ser? Se nós mesmos conhecemos a nossa realidade, carente de confissão, necessitada de ajuda. Somos todos falhos, precisamos de ajuda. Será que ser inabalável é viver assim escondendo os erros de nossa alma, mente, intenções e atitudes? Sim, esse ser inabalável é o ser apenas no exterior e não passa de uma enganação decaída, falha e sem vida. Precisamos tirar a nossa máscara e assumir que somos humanos, normais e não seres super poderosos, que precisamos de cura em várias áreas da nossa vida. Somente assim iniciaremos o caminho de inabaláveis. A Palavra de Deus claramente elucida a estrutura humana através da vida e história dos grandes exemplos que relata em suas páginas, Um deles é o rei Davi, homem que para todos nós foi realmente um exemplo de firmeza inabalável, mas nos deixou o relato de sua fraqueza e necessidade da misericórdia de Deus. “Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões. Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mal perante os teus olhos, de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar.” (Sl. 51.1-4). Ele encontrou oportunidade de restauração após ter sua mediocridade confrontada pelo profeta Natã, foi marcado não pela sua terrível transgressão, mas sim por sua garra e determinação em servir ao Senhor e fazer da vontade de Deus a bandeira da sua vida. Ele pagou o alto preço da conseqüência, sofreu, perdeu seu filho, jejuou, jogou pó sobre a sua cabeça, optou pelo arrependimento, tirou sua mascara, gritou para Deus e para todos os que o cercavam, “Enquanto não confessei o meu pecado eu me cansava, chorando o dia inteiro. De dia e de noite, tu me castigaste, ó Deus, e as minhas forças se acabaram como o sereno que seca no calor do verão. Então eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Resolvi confessar tudo a ti, e tu perdoaste todos os meus pecados. Por isso, nos momentos de angústia todos os que são fiéis a ti, devem orar. Assim, quando as grandes ondas de sofrimento vierem, não chegarão até eles. (Sl. 32.3-6 NTLH) Se nós queremos realmente ser inabaláveis devemos reconhecer que erramos, falhamos e precisamos da misericórdia do Pai para nos curar, pois se não for assim seremos sepulcros caiados. Por fora firmes e inabaláveis, porém sobre um conteúdo morto e não vivo. O Senhor Deus nos chamou para vivermos em novidade de vida, não escondendo lepras apodrecidas de uma vida velha amarrada ao pecado. Exponha-se para Deus, confie em pessoas maduras, se abra e saiba: você não é um super herói, e sim um homem de carne e osso que erra, que sofre as conseqüências deste erro, mas que tem a oportunidade de ser inabalável, firme como o monte de Sião que permanece para sempre, sendo transparente Sobretudo reconhecendo que é pó e somente a misericórdia de Deus pode tirar seus pés do lamaçal e firmá-los SOBRE a rocha, nenhum título eclesiástico, admiração de ninguém vale o preço da negociação de sua integridade em Deus, se necessário for entregue seu distintivo, tire a farda, desça da plataforma mas seja antes de qualquer coisa, líder de si mesmo, e somente após essa conquista assuma o compromisso de líderar destacamentos no exército de Deus. Saiba você é muito mais importante para Deus do que o Serviço que você pode prestar para o Reino. Que o Senhor nos ajude nesta caminhada. Amém. Pr. Romney Cruz www.pregandoapalavra.blogspot.com romneyjc@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas