Seja Bem vindo a minha página

ABANDONE DE VEZ SUAS PONTUAÇÕES E RENDA-SE COM TODA SUA PECAMINOSIDADE AO DEUS QUE NÃO LEVA EM CONTA NEM OS PONTOS , NEM AQUELE QUE OS MARCA, MAS VÊ EM VOCÊ , SOMENTE UM FILHO REMIDO POR CRISTO- Thomas Merton

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

POR QUE NOS DECEPCIONAMOS COM AS PESSOAS?

Precisamos entender esse ponto da vida, pois percebo que a multidão dos decepcionados com pessoas esta se tornando incontrolável. Claro que eu não tenho a resposta para a pergunta , mas posso entender como controlar essa dor que é mais forte que que a dor do parto. A dor da decepção é oriunda das nossas expectativas. Vou dar um exemplo : a mulher que escolhe o homem para um relacionamento duradouro cria dentro de si uma expectativa dele ser o tal , aquele que esta acima de qualquer suspeita de traição, de roncar a noite , não urinar na beirada do vaso sanitário e de ser aquele príncipe encantado e romântico. Parece cômico , mas é o que a maioria das mulheres esperam de um homem . já por outro lado o homem cria uma expectativa impressionante da mulher que escolhe para viver ao seu lado. Vou dar um exemplo: sexo todos os dias , nunca de dor de cabeça,TPM... jamais brigar com você em nenhum momento desde esquecer toalha em cima da cama até esquecê-la na porta do shopping te esperando quase a vida toda, e servir sempre comida quente e apetitosa... Pra não ficar apenas nesses dois exemplos as expectativas vão do filho para com a mãe , da mãe para com o filho , do patrão para com o empregado e do empregado para com o patrão. Como disse é importante entender esse ponto da vida, pois as decepções chegam nos perfurando como lãmina devido aos equívocos dessa expectativa que não pode mudar uma pessoa. Vejamos : cada um de nós temos um comportamento , somos formados de caráter e personalidades e não vamos andar por ai satisfazendo nossos anseios procurando pessoas “perfeitas” Ninguém vai mudar para nos satisfazer, ninguém será tão dócil , gentil , romântico, certinho, de palavras macias...Somos o que somos , e não o que querem que sejamos .Portanto o mais gentil ou a mais gentil das mulheres podem nos deixar decepcionados. O conselho é que deixemos que cada um seja o que foram designados pra serem nesse mundo e que estejamos ancorados em nós mesmos , é bom que as expectativas sejam direcionadas pra dentro de nós e que sejamos o que outros talvez não podem ser. È bem mais fácil curar uma decepção conosco mesmo do que uma suposta decepção provocada por outros. Por ultimo sigamos o exemplo do Mestre que ao final de tudo disse: Pai, perdoa-lhes por que não sabem o que fazem, e não deixou que a dor da decepção o tornasse o mais infeliz dos homens...Viva pra si ...e reserve um pedacinho do seu coração para as decepções.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

EXISTE ABUSO ESPIRITUAL NAS IGREJAS BRASILEIRAS?

Existe abuso espiritual? Pastor diz que sim e mostra sete formas usadas por líderes cristãos O livro foi escrito em 1991 mas as regras continuam bastante atuais e visíveis em muitos ministérios brasileiros Ronald M. Enroth, pastor americano, resolveu acompanhar algumas pessoas que se desligaram da Jesus People USA, um grupo religioso dos Estados Unidos, e coletou informações sobre como os pastores faziam pressão psicológica para impedir que o povo deixassem sua congregação. As atitudes usadas por eles foram marcadas como “abuso espiritual” e foram relatadas em um livro assinado por Ronald que também é sociólogo de religião. Apesar de ser uma pesquisa realizada nos Estados Unidos percebem que muitas dessas atitudes são aplicadas nas igrejas brasileiras para impedir que os membros se desliguem e partam para outros ministérios. O pastor Enrolth listou no livro “Churches That Abuse”, lançado em 1991, sete formas de abuso espiritual praticado por igrejas evangélicas. Entre elas a distorção da Palavra, a criação de uma liderança autocrática, o sentimento de superioridade em relação ao outros grupos religiosos e o elitismo espiritual. 1) DISTORÇÃO DA ESCRITURA: para defender os abusos usam de doutrinas do tipo “cobertura espiritual”, distorcem o sentido bíblico da autoridade e submissão, etc. Encontram justificativas para qualquer coisa. Estes grupos geralmente são fundamentalistas e superficiais em seu conhecimento bíblico. O que o líder ensina é aceito sem muito questionamento e nem é verificado nas Escrituras se as coisas são mesmo assim, ao contrario do bom exemplo dos bereanos que examinavam tudo o que Paulo lhes dizia. 2) LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: discordar do líder é discordar de Deus. É pregado que devemos obedecer ao discipulador, mesmo que este esteja errado. Um dos “homens de Deus” de uma igreja diz que se jogaria na frente de um trem caso o “Líder” ordenasse, pois Deus faria um milagre para salvá-lo ou a hora dele tinha chegado. A hierarquia é em forma de pirâmide (às vezes citam o salmo 133 como base), e geralmente bastante rígida. Em muitos casos não é permitido chamar alguém com cargo importante pelo nome, (seria uma desonra) mas sim pelo cargo que ocupa, como por exemplo “pastor Fulano”, “bispo X”, “apostolo Y”, etc. Alguns afirmam crer em “teocracia” e se inspiram nos líderes do Antigo Testamento. Dizem que democracia é do demônio, até no nome. 3) ISOLACIONISMO: o grupo possui um sentimento de superioridade. Acredita que possui a melhor revelação de Deus, a melhor visão, a melhor estratégia. Eu percebi que a relação com outros ministérios se da com o objetivo de divulgar a marca (nome da denominação), para levar avivamento para os outros ou para arranjar publico para eventos. O relacionamento com outros ministérios é desencorajado quando não proibido. Em alguns grupos no louvor são tocadas apenas músicas do próprio ministério. 4) ELITISMO ESPIRITUAL: é passada a idéia de que quanto maior o nível que uma pessoa se encontra na hierarquia da denominação, mais esta pessoa é espiritual, tem maior intimidade com Deus, conhece mais a Biblia, e até que possui mais poder espiritual (unção). Isso leva à busca por cargos. Quem esta em maior nível pode mandar nos que estão abaixo. Em algumas igrejas o número de discipulos ou de células é indicativo de espiritualidade. Em algumas igrejas existem camisetas para diferenciar aqueles que são discípulos do pastor. Quanto maior o serviço demonstrado à denominação, ou quanto maior a bajulação, mais rápida é a subida na hierarquia. 5) CONTROLE DA VIDA : quando os líderes, especialmente em grupos com discipulado, se metem em áreas particulares da vida das pessoas. Controlam com quem podem namorar, se podem ou não ir para a praia, se devem ou não se mudar, roupas que podem vestir, etc. É controlada inclusive a presença nos cultos. Faltar em algum evento pro motivos profissionais ou familiares é um pecado grave. Um pastor, discípulo direto do líder de uma denominação, chegou a oferecer atestados médicos falsos para que as pessoas pudessem participar de um evento, e meu amigo perdeu o emprego por discordar dessa imoralidade. 6) REJEIÇÃO DE DISCORDANCIAS: não existe espaço para o debate teológico. A interpretação seguida é a dos lideres. É praticamente a doutrina da infalibilidade papal. Qualquer critica é sinônimo de rebeldia, insubmissão, etc. Este é considerado um dos pecados mais graves. Outros pecados morais não recebem tal tratamento. Eu mesmo precisei ouvir xingamentos por mais de duas horas por discordar de posicionamentos políticos da denominação na qual congregava. Quem pensa diferente é convidado a se retirar. As denominações publicam as posições oficiais, que são consideradas, obviamente, as mais fiéis ao original. Os dogmas são sagrados. 7) SAIDA TRAUMATICA: quem se desliga de um grupo destes geralmente sofre com acusações de rebeldia, de falta de visão, egoismo, preguiça, comodismo, etc. Os que permanecem no grupo são instruídos a evitar influências dos rebeldes, que são desmoralizados. Os desligamentos são tratados como uma limpeza que Deus fez, para provar quem é fiel ao sistema. Não compreendem como alguém pode decidir se desligar de algo que consideram ser visão de Deus. Assim, se desligar de um grupo destes é equivalente a se rebelar contra o chamado de Deus. Muitas vezes relacionamentos são cortados e até familias são prejudicadas apenas pelo fato de alguém não querer mais fazer parte do mesmo grupo ditatorial. Texto extraído do blog Verbo com Vida

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

SUPER-AÇÃO

Hoje eu recebi um telefonema que no momento me trouxe tristeza , mas que imediatamente me levou a um momento de alegria. A noticia era sobre a morte do famoso locutor Paulo César Graça e Paz . Imediatamente abri o microfone e noticiei o acontecimento e na seqüência anunciei na emissora de Volta Redonda. Esse foi um fato dos vários que noticiei tal como queda de aviões, mortes estúpidas como de pais que mataram filhos, filhos que mataram pais, queda de ministros, morte de personalidades, atores, tsunamis no Japão , mortos na região serrana do Rio. Esses acontecimentos com certeza feriram corações, ficamos num estado de comoção, tristezas e incertezas. O medo nessas ocasiões invadiu cada pedacinho do nosso subconsciente, estendeu sua cama em nosso âmago e nos fez de tapete passando por cima de nossos sonhos, e nos encheu de indagações tais como :Por que? Deus fez isso ? de quem é a culpa? E ai embriagados ficamos como quem já perdeu a batalha e ficamos encurralados num beco sem saída pelos laços diabólicos dos desastres , das catástrofes . Superar? Como ? Viver como se isso não tivesse acontecido seria uma loucura , como viver sem o pai ao lado , os filhos em casa, sem o marido ou a mulher que se foi ? Como superar se a dor é como a filha da morte ? Talvez eu tenha aprendido essa arte por isso logo de inicio que soube da morte do radialista me alegrei, por que preferi fechar a janela do sofrimento e abrir a janela da alegria , ai pude ver o quanto esse profissional foi importante para a mídia de rádio gospel. Mas se tratando se catástrofes de traumas familiares e outros a recomendação é essa mesma SUPER-AÇÃO .Olhando para os lados vemos tetraplégicos que continuam suas tarefas se adequando ao momento, países destruídos por terremotos em reconstrução. A vida precisa continuar seu espetáculo e seus atores não podem ficar chorando as mágoas dos espinhos dos trajetos. Cristo é e sempre será o nosso exemplo de superação. Se despiu da sua gloria, foi escarnecido pelos homens, abandonado pelo próprio pai , sofreu chibatadas, foi traído , negado, crucificado e tudo isso como homem . O mestre da superação nos convida dizendo : Vinde a mim todos vós que estais cansados, oprimidos e sobrecarregados e Eu vos aliviarei. Quando nos entregamos a tragédias e não ao processo de superação o fim é a morte , a derrota. Recomeçar é o grande trunfo que cada ser humano tem consigo, tendo como exemplo o próprio Criador que mesmo tendo sido decepcionado pelo homem recomeçou, cuidando deles após o pecado , quando destruiu a humanidade pecadora nos tempos de Noé também recomeçou. Portanto como tenho aprendido a arte da superação te convido a fazer o mesmo .Supere , recomece, tente outra vez .Voce vai conseguir

Quem sou eu

Minha foto
Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brazil
Assunto: Radialista, e atuo como comunicador na rádio 88 fm há 14 anos , atualmente exerço mimha função de locutor na radio boas novas no Rio de Janeiro , uma empresa do mesmo grupo 88 . Tenho tido experiencias tremendas nessa área . obrigado a todos que se interessam em ler meus escritos quer seja por admiração ou por criticas